Translate

domingo, 6 de novembro de 2016

Distância


Tinha um barco ainda ontem
Na margem do ainda hoje
Que ficou no meio do rio que vai
Em que você se foi

Eu sempre fico aqui
À sombra do salgueiro

Se me nado ou não
Fica sempre a dúvida

Porque ainda estou na margem
E o barco que iria ir de qualquer jeito
Se foi

-----

Aí a distância é relativa
É grande para uns
Pequena para outros

Se quem fica
Fica esperando sempre à margem
É muito grande para o desesperançoso

Se se vai
Havendo outras margens
Para se ficar e ver
É pequena para o navegante

Mas é enormemente pequena
Tangendo o esquecimento
 ...
...


Nenhum comentário:

Postar um comentário